22ª LesGaiCineMad acontece entre os dias 26 de outubro e 12 de novembro

LesGaiCineMad
120 BPM

Madrid é conhecida internacionalmente por ser uma capital cheia de atrações culturais, como seus três grandes museus: o Reina Sofia, o Prado e o Thyssen. Além disso, a cidade recebe anualmente um dos mais importantes festivais de temática LGBT do mundo, o LesGaiCineMad! Nesta 22ª edição, entre os dias 26 de outubro e 12 de novembro, serão apresentados filmes de diversos países que já passaram por grandes festivais, como Sundance, Berlinale, Cannes e San Sebastián. E também serão realizadas 40 atividades paralelas.

God’s Own Country

God’s Own Country

God’s Own Country: este filme do britânico Francis Lee conta a história de Johnny Saxby, que trabalha longas horas na fazenda remota da sua família, no norte da Inglaterra, completamente isolado. Ele entorpece a frustração diária da sua existência solitária bebendo consecutivamente no pub local e com sexo casual. Quando um belo trabalhador romeno chega para trabalhar temporariamente na fazenda da família, Johnny é obrigado a lidar com uma série de emoções que até então nunca tinha sentido. Forma-se uma relação intensa entre os dois que pode mudar a vida de Johnny para sempre. O filme abriu o festival Queer Lisboa esse ano.

LesGaiCineMad

120 BPM

120 batimentos por minuto: ambientado nos anos 90, este filme de Robin Campillo conta a história da Act Up-Paris, associação francesa mais influente e articulada de luta e reconhecimento em relação à Aids, doença que nesse momento matava cada vez mais pessoas. Recém-chegado ao grupo, Nathan fica surpreso com o radicalismo de Sean, que consome suas últimas energias nas ações. Este filme ganhou este ano o Queer Palm, prêmio do Festival de Cannes para o melhor filme com temática LGBT.

Corpo Elétrico

Corpo Elétrico

Corpo Elétrico: este destacado filme brasileiro de Marcelo Caetano conta a história de Elias, que mora no interior de São Paulo e sempre sonhou em conhecer o mar. Ele tem 23 anos e trabalha como assistente da estilista Diana numa confecção de roupa feminina, mas seu grande sonho é ter sua própria marca. Ao se ver apaixonado por Filipe, um imigrante africano que trabalha na linha de produção, ele começa a organizar festas de equipe para ter motivos extras para encontrar o garoto. Este ano o longa recebeu no Festival de Guadalajara, no México, o Prêmio Maguey de Melhor Filme, um dos mais importantes prêmios LGBT do cinema.

Discreet

Discreet

Discreet: depois de passar anos escondido e lutando contra seus demônios, um excêntrico andarilho retorna a casa onde cresceu e descobre que o homem que o abusou durante a infância – o responsável por todos os seus conflitos, angústias e dor – ainda está vivo. Fortalecido pelo tempo, experiências e reflexões vividas durante sua jornada, ele trama sua vingança. Enquanto isso, no rádio, um fluxo constante de slogans de direita brada contra tudo o que não é branco e heterossexual através do árido interior texano, escancarando a perigosa fragilidade masculina na América moderna. Este filme é do diretor estadunidense Travis Mathews, que, juntamente com James Franco, dirigiu Interior. Leather Bar.

As misandricas

As misandricas

As misândricas: novo longa do polêmico diretor canadense Bruce LaBruce, conhecido por seus filmes com muito sexo e violência, como L.A. Zombie, com o astro pornô François Sagat. As misândricas é sobre um mundo utópico sem homens. Em algum lugar da Alemanha, um “exército de amantes” radical se prepara para sua revolução final. Mulheres estão discutindo, militando, menstruando, batalhando pelo declínio do patriarcado, aprendendo sobre reprodução assexuada e, claro, fazendo sexo. Repentinamente, um jovem e perdido soldado busca refúgio nesta espécie de convento feminista. Sua chegada desperta uma pergunta crucial entre as internas: é possível haver igualdade em um sistema corrupto?

Screwed

Screwed

Screwed: neste filme finlandês, Miku, um jovem de 17 anos, depois de fazer uma festa na casa dos pais, é castigado e forçado a passar o resto do verão com sua família em uma casa de campo remota. Lá conhece o jovem Elias e os dois se tornam inseparáveis, descobrindo um ao outro, a si mesmos e suas sexualidades.

Com informações do LGBToutthere


BAIXE O SONDER E FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ACONTECE AO SEU REDOR

iOS: http://bit.ly/sonderios
Android: http://bit.ly/sonderdroid

Sobre Sonder LGBT 259 Articles
Sonder é o app gay para viagens! Já disponível para iOS e Android! Baixe já: http://sonder.lgbt

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta